BLOG

Homologação do Sistema Solar

Perfect Solucões - 03/08/20
        Quer saber mais sobre como é feita a homologação do seu sistema de energia fotovoltaica? Vem com a gente!  No artigo de hoje explicaremos o passo a passo para você.

 

untouched_istock-1182411743-lari-bat__1_.jpg
      O processo de homologação do sistema solar é um procedimento padrão, através do qual é realizada a fiscalização do sistema instalado e, ainda, garante o cumprimento das normas de segurança. Ademais, através deste trâmite, é possível ter acesso ao Sistema de Compensação de Energia.
         No Sistema de Compensação de Energia é usada a rede da concessionária, ou seja, o excedente produzido pelo seu sistema é injetado junto a distribuidora, gerando créditos. Tais créditos são utilizados quando seu sistema de geração não produzir energia suficiente, como em dias nublados, chuvosos ou durante a noite. Dessa forma, os créditos são abatidos sobre a sua fatura de luz, quando necessário.

 

unnamed.jpg
        A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), a partir de 2016, mediante Resolução Normativa n°687/2015, a qual complementa a Resolução Normativa n°482/2012, passou a facilitar o processo de homologação e o acesso a sistemas de micro e minigeração. Por intermédio dessa Resolução, é possível ter acesso a qualquer fonte renovável de energia e à cogeração qualificada (microgeração distribuída).
       Para realizar a homologação do sistema solar é muito simples, basta cumprir os seguintes passos:
1 - Solicitar a conexão previamente à concessionária. Para isso são necessários alguns documentos, como certificado de conformidade do inversor ou número do registro da concessão do Inmetro, entre outros;
2 - Enviar o projeto para a concessionária, a qual fará a análise do mesmo. Nesta etapa é feita uma avaliação do projeto técnico para que a liberação da instalação seja possível.
3 - Instalar o sistema solar fotovoltaico. A instalação dependerá da empresa contratada e possui um prazo máximo de 120 dias para ser executado o projeto, após liberação do mesmo pela concessionária.
4 - Solicitar a vistoria pela distribuidora. É feito um pedido para os técnicos inspecionarem a instalação do gerador.
5 - A equipe técnica da distribuidora faz a inspeção da instalação. Lembrando que, fatores presentes no parecer sobre a conexão e o acesso devem ser acatados anteriormente à vistoria.
6 - Escrever um relatório para regularização, que será encaminhado para a companhia de luz. Se houver necessidade, é escrito um relatório com as pendências que deverão ser reajustadas, no sistema, pela empresa instaladora.
7 - E, por fim, é feita a homologação do sistema. É dado o aval da concessionária ao consumidor e é trocado o medidor unidirecional (consumo) por um medidor bidirecional (consumo/geração), finalizando todo esse processo.

 

quadro.png
        A homologação do sistema de energia fotovoltaica é de grande importância, tal processo previne acidentes, garantindo a segurança dos técnicos que fazem o processo de instalação, bem como do próprio consumidor. Além disso, contribui para a durabilidade do sistema, o qual apresenta funcionalidade de 25 anos.
Att.
Equipe Perfect Soluções.